terça-feira, 26 de junho de 2012

Foi o amor

Eu tentei entender tudo o que estava acontecendo aquela hora, tudo passou tão rápido diante dos meus olhos que eu mal pude conseguir formar as imagens em minha mente; A vista embaçada não me permitia ver onde estavam todos e como estavam as coisas ao meu redor, eu tentei segurar em algo que estivesse próximo mas eu via que não havia nada por perto e eu tentei pensar em você, para onde você teria ido? Eu precisava de sua atenção e do seu apoio porque eu não entendia nada do que estava se passando; A dor estava muito forte e eu mal conseguia respirar e muitas vezes eu simplesmente não sentia mais nada, eu estaria perdido? 
O frio me tomava por completo e pouco a pouco minha visão ia voltando ao normal eu via que eu estava com uma luz forte em meus olhos mas ainda sim ela não os machucava eu tentava me mexer novamente mas nessa hora meu corpo simplesmente não respondia aos meus comandos e uma dor diferente veio invadir meu peito, notei que haviam pessoas por perto e que elas pareciam fazer um burburinho muito grande, mesmo depois de todas essas sensações eu não conseguia mais sentir alguma tristeza ou dor, foi logo que eu pensei... Devo estar morto, mas o que era estranho é que eu estava vendo todos e tudo parecia tão real que eu não conseguia acreditar de que tudo simplesmente tinha se acabado daquela maneira, eu não conseguia me lembrar do que havia acontecido para eu estar assim tão menos o que aconteceu antes eu apenas sentia falta de alguém, muita falta mesmo e eu desejava estar na presença dessa pessoa mais do que qualquer preocupação que eu tinha naquela hora...
Algo segurou muito forte em minhas mãos, eu queria poder ver o que era mas ainda não conseguia me mover, porém agora eu sentia algo quente que me passava uma calma muito grande e eu parecia compreender que meu lugar era ali, daquela forma sem nada estar estranho o que não havia passado ainda era o desejo de estar na presença dessa pessoa que tanto me arrancava a concentração e foi quando eu notei que aquelas pessoas que estavam por perto começaram a ficar distantes e eu estava indo para um lugar diferente, tudo ficou escuro novamente mas dessa vez eu não tinha medo, eu apenas estava esperando o próximo passo para ver o que acontecia... Foi quando eu a vi, de alguma forma aquela pessoa que tanto chorava segurando minhas duas mãos e as vezes me acariciando era a pessoa da qual eu estava sentindo tanta falta, eu não me lembrava do seu nome ou do que tivemos mas eu sabia que ela era meu laço mais forte e naquele momento tudo pareceu estar perfeito, exceto pela dor de vê-la chorar e de algo que me mantinha ali, mas quando você sessou seu choro, eu me senti bem melhor eu pude apenas sentir que tudo iria estar bem a partir dali e em meu coração você sempre estaria causando um sentimento forte e bondoso... 
Eu me senti forte e livre, como se tivesse começado de novo e nada do que tinha acontecido machucava mais, tudo era bondoso e tudo era diferente, agora eu só queria poder saber quando eu iria poder ver os seus olhos de novo, sem sentir a tristeza de estar longe, mas apenas sentindo a proximidade que o amor me fez ter em você em qualquer lugar e em qualquer situação... Hoje vejo a pureza de tamanho sentimento e o que ele representa de força para quando mais precisamos...

Esperando para te reencontrar.


Nenhum comentário: